Treinamentos de equipes: por que eles ajudam a reduzir custos do negócio

11 minutos para ler
admin
Por Marketing

Por que fazer treinamentos de equipes nas empresas? Os treinamentos permitem desenvolver talentos internamente, à medida que são ótimas formas de aumentar a retenção de pessoas e melhorar o ambiente corporativo.

Para formar equipes de alto rendimento e produtividade é preciso, além de processos seletivos de qualidade, investir também em treinamento e desenvolvimento. 

De acordo com o Bureau of Labor Statistics (BLS), os trabalhadores norte-americanos passam cerca de 8,8 horas por dia no local de trabalho. 

Boa parte dessas horas, entretanto, não são produtivas e rentáveis para a empresa. A boa notícia, porém, vêm da mesma pesquisa do BLS citada acima, que aponta justamente como os treinamentos de equipes são uma das formas de manter os funcionários produtivos e motivados.

Mas, em termos de negócio, por que fazer treinamentos nas empresas é um bom investimentos?

É o que responderemos neste artigo. Veja porque investir na capacitação do capital humano, através de treinamento de equipes, irá facilitar a redução de custos, a médio e a longo prazos.

Além de assegurar processos eficientes, entregas de maior qualidade, atendimento aos prazos, inovação e melhores níveis de satisfação dos clientes. Confira!

Como fazer treinamentos de equipes nas empresas?

É preciso lembrar que o treinamento das equipes é uma das práticas básicas relacionadas à gestão de pessoas. Práticas essas que já mostraram a sua eficiência no universo corporativo.

Um treinamento corporativo é capaz de levar os colaboradores, as equipes e os gestores a um outro nível de atuação, com mais conhecimento, know-how e experiência. Transformando, assim, a produtividade de toda a empresa.

Para que seja ainda mais eficiente, o treinamento de equipe deve contar com um planejamento prévio, que inclui o levantamento das demandas principais, operações e processos críticos.

Outros aspectos, tais como a chegada de novas tecnologias, a adoção de softwares, de metodologias, de reciclagens sobre normas técnicas e legislações, além do aprimoramento de competências comportamentais, são necessidades muito requisitadas e exigidas no ambiente empresarial e que serão abordadas em treinamentos de equipe.

Como planejar o treinamento de equipes?

O planejamento de um treinamento de equipe precisa ter como base a análise do perfil dos colaboradores que irão participar do treinamento , suas fortalezas e fraquezas. 

Assim, será possível elaborar um plano de desenvolvimento individual, com a intenção de potencializar as habilidades dos profissionais e de aprimorar seus conhecimentos.

Com essa avaliação, será mais fácil identificar e preparar novos líderes, além de fortalecer toda a equipe por meio de ferramentas que desenvolvam a maturidade, o poder de negociação, a capacidade de construir relacionamentos produtivos e a habilidade de comunicação interpessoal.

Em outras palavras, por meio de um plano de treinamento de equipes, é possível ampliar os conhecimentos técnicos e criar equipes mais integradas e competentes.

Powered by Rock Convert

Por que fazer treinamentos nas empresas?

Na hora de pensar sobre a respostas desta pergunta, no ambiente corporativo, a motivação dos colaboradores é um outro aspecto que ajuda a explicar a importância dos treinamentos de equipes.

É comum perceber que, quando há um investimento no indivíduo, há também reconhecimento, valorização e, consequentemente, um sentimento de pertencimento. O que favorece muito o engajamento de todos aos objetivos da empresa.

Além disso, treinar é ainda uma maneira de engajar os funcionários em seus empregos, valorizando seus pontos fortes. Assim, cria-se uma cultura que promove alto desempenho e maior produtividade. 

Dados da Gallup mostram que equipes que se concentram em pontos fortes, diariamente, têm produtividade 12,5% maior.

Outro estudo, dessa vez feito pelo Centro Nacional de Qualidade Educacional da Força de Trabalho (EQW) dos EUA, apontou que um aumento de 10% nos níveis de educação da força de trabalho eleva, em média, 8,6% na produtividade total. Já o aumento de 10% no valor dos equipamentos só amplia a produtividade em 3,4%.

Fatores como os levantados acima devem ser levados em consideração, na hora de sua empresa desenhar e decidir pela realização de treinamentos internos, para a capacitação e motivação dos colaboradores.

Quais as formas mais comuns de treinamentos de equipes?

Existem vários formatos e tipos de treinamentos de equipes, que podem ser utilizados em conjunto, visando sempre um melhor aproveitamento dos colaboradores. 

Conheça alguns modelos interessantes:

Treinamento presenciais ministrados por empresas especializadas

A contratação de empresas especializadas é uma iniciativa importante, principalmente no que diz respeito a conhecimentos mais técnicos e específicos, não disponíveis entre os colaboradores. 

Podem ser realizados em formas de treinamentos in company ou em ambientes externos, de acordo com os objetivos da empresa. 

Neste modelo, as vivências e as práticas são mais incentivadas e há também a possibilidade de reforçar o networking pelo contato direto com outros profissionais.

Treinamentos presenciais ministrados por colaboradores

Uma maneira simples de garantir a multiplicação do conhecimento corporativo é sistematizar treinamentos internos, ministrados por colaboradores que possuam expertise e domínio sobre determinado tema. 

Desse modo, é possível promover a troca de experiências e know-how, sem grandes despesas. 

Este formato pode ser realizado através de um workshop e ajudará a fomentar uma cultura organizacional, com foco em qualificação e gestão de pessoas.

Como gerenciar crises internas na sua empresaPowered by Rock Convert

Treinamentos online (EAD)

Os treinamentos online têm conquistado vários adeptos, principalmente por apresentarem custos reduzidos e uma grande flexibilidade de horário. 

Considerando que os cursos presenciais demandam, além dos gastos financeiros, a conciliação das agendas dos colaboradores, os cursos online passaram a ser vistos como uma solução mais acessível e dinâmica.

Vídeos, palestras e conteúdos abrangendo diversos temas podem ser, facilmente, encontrados e consumidos, favorecendo o aprendizado e o desenvolvimento dos profissionais.

Grupos de estudo

Os grupos de estudo já foram adotados por algumas empresas e são um excelente mecanismo para capacitar as equipes. 

Para tanto, é preciso organizar as agendas e os encontros, reunindo profissionais de vários setores para a elaboração de novos projetos, compartilhamento de ideias e busca de soluções para problemas atuais. 

Essa prática permite uma maior integração entre os colaboradores, influenciando positivamente o ambiente de trabalho.

Incentivo à leitura

Incentivar a leitura é uma iniciativa bastante interessante e tem sido cada vez mais comum no mundo corporativo. Esta ação produz bons resultados a baixo custo. 

Disponibilizar matérias, artigos e e-books sobre temas importantes para a empresa, desenvolvidos por especialistas, favorece a atualização das equipes por meio de um canal de comunicação direto, como as newsletters, por exemplo.

Congressos, seminários e visitas

A participação em congressos e seminários, especialmente aqueles com palestras e mesas de discussão, são ótimas oportunidades para o desenvolvimento e a capacitação. 

Em eventos corporativos desta natureza, é possível reforçar o networking, manter contato com diversos profissionais, além de conhecer melhor a concorrência, novas tendências e tecnologias.

Visitas a fornecedores, clientes e demais unidades da própria empresa também permitem experiências adicionais, que ajudam o aprendizado.

6 dicas para colher melhores resultados com os treinamentos de equipes

1. Inspire novos colaboradores

Ter um time alinhado e bem engajado agrega produtividade em longo prazo. E é na formação de novos funcionários que uma empresa deve aproveitar para passar uma boa noção das expectativas de negócio e emprego. 

Para todos os funcionários, o domínio do conhecimento e das habilidades para o trabalho aumenta satisfação e confiança e, consequentemente, a produtividade.

2. Fortaleça velhas habilidades

O treinamento contínuo dos funcionários é um poderoso fator que ajuda a cultivar talentos dentro de sua empresa.

Ao promover um novo treinamento de equipe, trabalhando habilidades que ela já tem,   habilidades atuais, você pode aumentar a produtividade evitando pequenos erros básicos e elevando a qualidade dos serviços.

Isso também pode dar nova vida a tarefas antigas. Além disso, a reciclagem de funcionários atuais é menos dispendiosa do que a contratação de novos.

3. Permita que seu funcionário desenvolva novas habilidades

Ao ensinar aos funcionários novas habilidades, você pode dar a eles um novo sentido de propósito. 

Essa postura também permite que eles saibam que a organização está disposta e capaz de evoluir – e até mesmo oferecer oportunidades de avanço.

4. Aumenta os níveis de confiança

O treinamento é uma atividade que interfere diretamente nesse aspecto. Aprender e manter habilidades pode aumentar a confiança dos funcionários, assim como dar a eles novas atribuições e mais conhecimento. 

Com maior confiança, eles terão um maior senso de valor e entusiasmo no trabalho. Isso geralmente se traduz em aumento de produtividade.



5. Tenha a meritocracia na cultura da empresa

Uma cultura baseada em desempenho inspira e motiva os funcionários. É importante  definir metas atingíveis e ter uma definição de sucesso. 

Quando os funcionários sabem o que estão procurando, são capazes de alcançá-lo de uma maneira ideal.

6. Invista na satisfação dos funcionários

Um bom clima organizacional é essencial para um local de trabalho produtivo. Um time fica satisfeito quando recebe as habilidades e os conhecimentos de que precisa para desempenhar suas tarefas de maneira ideal.

Por tudo isso e ainda mais que o treinamento de equipe é um passo importante no fornecimento das habilidades que seus funcionários precisam para ter o melhor desempenho.

Como avaliar a equipe após o treinamento?

Indicadores são essenciais a qualquer gestão de sucesso e também devem ser utilizados para mensurar os resultados e a qualidade dos treinamentos oferecidos.

No primeiro momento, é preciso providenciar uma avaliação de reação dos próprios participantes, a fim de identificar percepções básicas.

Avalie questões relativas ao conhecimento técnico do instrutor e suas habilidades didáticas, sobre o conteúdo programático, a carga horária, a utilidade e aplicabilidade do tema, além do material para consulta e infraestrutura geral.

Com base nestes dados, é possível perceber se há a necessidade de alterar o planejamento daquele treinamento, adequando todas essas variáveis às expectativas e demandas dos colaboradores. 

Uma avaliação de aprendizado também é recomendável. Após o treinamento, os participantes devem responder a um teste específico, para que o instrutor possa confirmar a absorção de todo o conteúdo proposto naquele curso ou dinâmica.

A abertura para discussão e troca de opiniões, ao término do evento, também é uma prática adequada para verificação do aprendizado. Neste momento, é mais fácil perceber se ainda há dúvidas ou interpretações incorretas.

Também é preciso lembrar que o gestor é uma peça-chave neste processo. 

Cabe a ele avaliar, depois de um determinado período de tempo, por meio de observação direta, se o conhecimento e as competências trabalhadas no treinamento foram utilizados de forma satisfatória na rotina diária do colaborador e da equipe.

Conclusão

O planejamento de um plano de treinamento de equipe jamais deve ser imediatista. Deve promover vantagens competitivas à empresa, por meio de uma visão estratégica e abrangente.

É preciso lembrar ainda que o mundo que conhecemos está em constante transformação, cada vez mais tecnológico, conectado e integrado. 

Desta forma, todo esse conjunto precisa ser devidamente detalhado e analisado pelas empresas, pois a competitividade e a própria sobrevivência dos negócios estão diretamente relacionadas ao entendimento de todos esses fatores. 

Por isso, os treinamentos de equipes são essenciais para o sucesso de qualquer empresa, a médio e a longo prazo, proporcionando condições adequadas para o atingimento dos objetivos corporativos.

Como gerenciar crises internas na sua empresaPowered by Rock Convert

Transmita mensagens de forma memorávelPowered by Rock Convert

Sua comunicação não pode entrar em quarentena!  

 Nós podemos ajudar você com isso.
CONVERSAR COM UM CONSULTOR
close-link