Exemplos de introdução que geram mais atenção e você nem percebe que leu o texto inteiro

9 minutos para ler
admin
Por Marketing

Olá, como vai? Eu não estou aqui hoje para escrever um texto muito técnico sobre fórmulas e metodologias, desculpe se era isso que você estava procurando, mas eu quero poder usar esse espaço para compartilhar uma experiência que obtive e com ela incrementei o processo para usar esses exemplos de introdução nos cursos da Smartalk.

Prometo que não vou me estender, mas acho importante trazer isso ao seu acesso para mostrar como ambientes diferentes podem enriquecer nossa estratégia de comunicação e abrir nossa mente a explorar novos formatos…

Há alguns meses, fui a um evento de comédia stand up. 

Foram 3 noites de apresentações com humoristas locais muito bons e o evento era como eu esperava que um evento de comédia stand up seria: um palco modesto, sem detalhes, em um auditório de médio porte e humoristas que poderiam ter saído da própria plateia para fazer o show.

Bem, mas porque estou relatando isso? 

Depois de cada show eu me vi extremamente impactado pelas apresentações e pensei que se fosse um show de humor de anos atrás esse formato nem existiria (stand up).

Com certeza, veríamos no palco apresentadores extremamente caricatos e piadas tiradas de pocket livros como “anedotas de mineiro” ou “Os textículos de Ari Toledo” (esse só quem viveu os anos 90 vai entender).

Ou seja, piadas prontas de personagens que eram bem característicos e apelativos. 

Nada contra o humor raiz, eu só quero trazer aqui a diferença entre as modalidades e como ir a um show stand up me trouxe esse insight: como pessoas despidas de caricatura, em um palco sem graça e mixuruca podem prender a atenção do público por 1 a 2 horas inteiras e ainda as fazer chorar de rir?

Eu sei, parece bobagem, humor é humor, acreditamos que é um dom, só que na verdade não é bem assim. Os humoristas têm algumas formas de prender a atenção do público além da aparente espontaneidade.

Isso tudo é reflexo de muito estudo e de saber usar exemplos de introdução variados, não só no início, mas ao longo da apresentação.

E foi nessa experiência que percebi que no humor (stand up) existem exemplos de introdução que podemos usar também no marketing de conteúdo e tornar nosso material ainda mais rico, aumentar a taxa de leitura e a aderência do público.

Na verdade, o que os humoristas fazem é basicamente transformar os gatilhos usados na PNL (programação neurolinguística) para fazer com que o público reaja às piadas.

De fato, eles usam essa técnica com maestria! Então, porque não trazer esses exemplos de introdução também para o marketing de conteúdo?

Os primeiros passos para conquistar o seu leitor  

O marketing de conteúdo nunca esteve tão em alta como agora, não porque estamos na era da informação e tecnologia, mas, principalmente, porque o conteúdo atrai seu público real até você e fideliza com muito mais força que uma venda direta.

Existem, basicamente, duas métricas no marketing de conteúdo através da qual podemos estabelecer se nosso conteúdo está sendo bem consumido e prendendo a atenção do leitor até o final.

São as métricas que indicam o tempo médio na página e a temida taxa de rejeição… rejeição nunca é bom, não é? Dá um aperto no coração… Imagina você como comediante e na primeira piada já tem gente levantando do lugar para ir embora?

É mais ou menos isso que acontece no marketing de conteúdo quando você não tem uma boa introdução no conteúdo ou faz uso de exemplos de introdução incorretamente as pessoas te abandonam.

Para converter os usuários aleatórios em leitores fiéis e mantê-los no seu artigo é preciso construir bem seu marketing de conteúdo. A melhor forma de alcançar essa meta é dar mais atenção à introdução.

Um título bem estruturado, diferenciado e que acione uma emoção ao seu leitor.

“Há muito mais entre a introdução e o final deste artigo
do que você possa imaginar…” – eu digo

Antes de chegar ao final você já terá acesso a exemplos de introdução que usamos aqui como fórmula de apresentações e conteúdos épicos da Smartalk.

5  Exemplos de Introdução Irresistíveis

Eu sei que disse que não traria fórmulas nem metodologias, mas também sei que você esperava por isso, então eu não resisti e fiz uma coisa mais prática: trouxe uma lista dos exemplos de introdução mais votados aqui pela nossa equipe de especialistas. 

Se liga…

#1 Utilize o Storytelling 

A famosa arte de contar histórias com emoção e conexão. É a melhor estratégia para criar um vínculo através de uma narrativa e enredo crescente que gere impacto a quem está do outro lado da tela.

A Smartalk é a mestre do Storytelling e performance de apresentação, então se você quer usar essa técnica no seu próximo conteúdo olha só o que temos aqui: outro artigo que você vai ler até o final porque fala exclusivamente sobre Storytelling.

Essa técnica não é somente um dos exemplos de introdução ela também é usada para aprimorar conteúdos em campanhas publicitárias, apresentações corporativas e vem sendo muito utilizada para efetivar treinamentos, já que o engajamento do público se torna muito maior.

Entenda como vender e alcançar mais engajamento com o Storytelling no SmartID.

#2 Apresente qual é a solução entregue no texto

Se você puxar aí na memória os roteiros do Tarantino, vai perceber que existe um padrão na fórmula dele de escrever filmes: ele dá pistas e frames do que vai acontecer no final logo no início! (Reservoir Dogs #forever)

Mas não é aquele spoiler de querer sangrar os olhos (se bem que sangrar é a especialidade do Tarantino), mas é dado ao telespectador apenas um breve gosto da explosão de sentimentos e reviravoltas que está por vir.

Nesse exemplo de introdução, é legal fazer uma lista que servirá como tópicos para o seu conteúdo. Mas seja criativo nos títulos para despertar a atenção do leitor, lembra da dica que dei no início do texto? (isso mesmo logo na introdução). 

Esses tópicos servirão como gatilho da curiosidade, principalmente se escritos de maneira a manter o mistério sobre o conteúdo.

#3 Utilize dados de pesquisas confiáveis e relevantes

  • O brasileiro lê, em média, dois livros por ano, mas 30% da população nunca comprou um livro; 
  • Conforme o estudo, da pesquisa TIC Domicílios 2019, 74% dos brasileiros acessaram a internet pelo menos uma vez nos últimos três meses;
  • Entre as redes sociais mais acessadas pelos brasileiros está o YouTube, com 60% de acesso, o Facebook com 59%, o WhatsApp com 56% e o Instagram com 40%;
  • 70% dos brasileiros que têm acesso às redes sociais afirmam ter uma conta no Instagram;
  • 67% acessam o instagram  várias vezes ao dia;
  • 83% dos entrevistados seguem alguma empresa ou marca na rede social;
  • 48% dizem já ter comprado algum produto que conheceu através do Instagram; 
  • 47% compraram algo que foi indicado por alguém no Instagram

Quer saber como vender sua marca ou produto pelas redes sociais? Veja esse artigo incrível: Marketing Pessoal: Aprenda o que é e como vender bem o seu peixe

Uma dica extra da Smartalk: torne suas redes sociais um canal de impacto e relevância com nosso ebook gratuito guia da produção de conteúdo para redes sociais

Começar com uma introdução construída por dados também fortalece o interesse do seu público e ele serão compelidos a continuar no texto até obter as respostas sobre o assunto.

E por falar em respostas…

#4 Levante algumas dúvidas da sua persona

Fazer perguntas e levantar as respostas são uma ótima técnica dos exemplos de introdução e também servem para reforçar a atenção do usuário ao longo do seu conteúdo.

Esse é um exemplo de introdução bem parecido com o tópico acima, mas aqui você deve fazer uma pesquisa prévia sobre as dúvidas do seu público alvo (ou sua platéia).

Eu poderia fazer o mesmo agora e levantar a pergunta: “Como descobrir o que meu público quer?” Aposto que você estava pensando nisso 😉

Hoje você tem à disposição algumas ferramentas que permitem buscar um assunto e determinar as dúvidas dos usuários a respeito desse assunto, no próprio Google você pode fazer isso.

#5 Utilize citações 

“A melhor propaganda é feita por clientes satisfeitos.” – Philip Kotler

Citar referência de especialistas, pessoas históricas ou personagens oferece ao público muito mais proximidade, além de reforçar a autoridade da informação que tem você tem a oferecer.

A Fórmula escondida por trás dos exemplos de introdução

Uma última consideração que eu preciso compartilhar com você é que existe também um processo na construção do humor dentro do stand up e essa fórmula sutil pode ser utilizada para fixar a sua mensagem na mente das pessoas.

Geralmente os humoristas começam a apresentação com a 2ª melhor piada ou história que prepararam para aquele momento, o que faz com que o público crie uma expectativa de ouvir as próximas piadas e se divertir tanto quanto na primeira.

A primeira melhor piada vai levar ao fechamento da apresentação.

Neste momento, o humorista solta a piada mais engraçada do seu repertório, uma síntese de toda narrativa construída com um impacto gigantesco e ela é escalada para uma conclusão triunfal.

Bora usar um desses exemplos de introdução para tornar seu conteúdo triunfal também?

Sua comunicação não pode entrar em quarentena!  

 Nós podemos ajudar você com isso.
CONVERSAR COM UM CONSULTOR
close-link