Motion Graphics: conheça tudo sobre esse tipo de vídeo

7 minutos para ler
admin
Por Marketing

O Motion Graphics é uma das melhores formas de produzir um vídeo explicativo sobre um produto, um serviço ou uma empresa. 

Esse estilo de vídeo consegue, com facilidade, explicar os conceitos e as ideias de pequenos e de grandes negócios a partir de animações, causando um efeito visual positivo e de fácil assimilação. 

O funcionamento da técnica de motion é simples: os desenhos — como, por exemplo, linhas, retângulos, textos, setas, círculos e mapas — ganham vida e movem-se na tela conforme a história vai sendo narrada.

Daí o apelido do Motion Graphics: “design em movimento”.

Se a sua empresa também quer embarcar nesse novo tipo de vídeo, este artigo poderá ser o seu ponto de partida! Nele explicaremos os tipos de vídeo abarcados pelo motion e mostraremos os principais benefícios do uso dele para produções audiovisuais. Confira!

O que é a técnica de de fácil assimilação

O termo Motion Graphics significa, em uma tradução livre, “gráficos em movimento”. Trata-se de uma técnica audiovisual na qual estão presentes elementos como o design gráfico e o design de animação. 

Com essa técnica, criam-se vídeos de animação utilizando elementos gráficos e visuais, como linhas, formas e cores. 

Essa forma de criação de vídeos é muito utilizada na TV e no cinema. Porém, também é comum encontrarmos o Motion Graphics em comerciais, vinhetas e até mesmo em vídeos empresariais. 

Isso acontece, principalmente, por se tratar de uma forma de explicar conteúdos complexos de forma didática em poucos minutos e por ter uma produção mais ágil do que as demais peças audiovisuais.

Conheça algumas das principais técnicas de produção de vídeos de Motion Graphics: 

  • motion graphics em 3D: neste tipo de produção as imagens são dispostas para que seja perceptível a ideia de profundidade e perspectiva. A ideia do 3D é retratar um ambiente que seja parecido com a realidade; 
  • motion graphics em Flat Design: o estilo Flat Design elimina os reflexos, as sombras, os degradês, os pontos de fuga e outros elementos. O lema desse estilo é eliminar tudo o que não é extremamente necessário. 
  • motion graphics em Whiteboard Animation: o motion no estilo Whiteboard Animation é um tipo de animação que se inspira nos professores em sala de aula. O conteúdo se passa em um quadro branco, como se estivesse sendo desenhado e escrito por alguém;
  • motion graphics infantil: essa técnica tem como objetivo atrair as crianças e, por isso, se vale muito de cores vivas e chamativas. Nesse tipo de vídeo o exagero é permitido, especialmente nas caricaturas dos personagens;
  • motion graphics colagem: como o próprio nome desse tipo de vídeo já indica, a colagem animada consiste na sobreposição de diversas camadas de objetos e paisagens de diversos estilos e origens. O resultado geralmente é um clipe muito colorido e divertido, como a abertura da novela descrita no vídeo abaixo. 

Como surgiu o motion graphics

O uso das técnicas de motion é bem antiga. O pioneiro Georges Mélies já utilizava stop motion em muitos dos seus filmes no século XIX. Essa foi uma das coisas que inspiraram o surgimento do Motion Graphics muitos anos depois. 

Outro fã da técnica foi o designer nova-iorquino Saul Bass, considerado por muitos o precursor do motion graphics. Ele inovou ao colocar em movimento os créditos finais e iniciais nos filmes, prática utilizada até hoje. Só para ilustrar, ele foi o criador dos créditos iniciais de “Psicose”, “Um Corpo que Cai” e “O Pecado Mora ao Lado”.

Não podemos deixar de citar o animador Norman McLaren. Ele foi o pioneiro em fazer animações direto na película, dando inspiração para a atual técnica do Motion Graphics. A sua obra-prima é o filme “Vizinhos”, que ganhou o Oscar de melhor curta-metragem em live action no ano de 1953.

Por que o Motion Graphics ficou tão famoso? 

Essa técnica antes era utilizada apenas em banners animados. Porém, agora se popularizou também no cinema, na TV e nas redes sociais. 

A fama aconteceu pois as pessoas notaram que precisavam inovar. Com a existência de plataformas de vídeos como o YouTube e o avanço das estratégias de vídeo marketing nas redes sociais, o motion ganhou o mundo e chamou a atenção das empresas.

Quais são as vantagens de utilizar essa técnica em um vídeo institucional

As empresas precisam acompanhar a evolução da tecnologia e dos meios de comunicação. Por isso, o uso do motion no mundo empresarial e nas estratégias de vídeo marketing ganhou muito espaço nos últimos anos.

Entre as vantagens do vídeo motion, podemos destacar:

  • o Motion é relativamente mais fácil de produzir: este tipo de técnica exige menos investimentos do que outros tipos de vídeos, pois eles dependem de fatores como cenário, atores, logística de transporte e equipamentos de ponta;
  • os vídeos motion são mais chamativos: eles despertam mais a atenção das pessoas do que os outros formatos de vídeos;
  • os vídeos são mais leves e mais fáceis de serem entendidos: devido à própria natureza da animação, os vídeos animados permitem abordar e explorar os mais variados temas de forma simples e didática;
  • eles despertam maior interesse do público: os vídeos em Motion Graphics são mais compartilhados e conseguem atingir um maior número de pessoas. 

Como usar vídeos de Motion Graphics na estratégia de marketing

Você deve estar se perguntando: depois de pronto, onde posso utilizar o meu vídeo em motion para obter bons resultados? 

Para começar a responder a essa dúvida, você precisa saber que as principais aplicações do vídeo animado são:

Sabendo disso, você já pode pensar no tipo de material mais interessante para a sua audiência. O próximo passo é elaborar um roteiro, escrever o script, desenhar um storyboard, encontrar um locutor e contratar um animador para dar vida a tudo isso.

Caso prefira contratar uma agência para cuidar de todo esse processo e dar um tom mais profissional ao seu vídeo, conte com a gente! Nós somos especialistas em contar a história da sua empresa de forma impactante e temos um departamento de motion graphics pronto para atendê-lo!

Por fim, basta divulgar o seu vídeo. As redes sociais, como o Facebook, o Instagram e o YouTube, são ótimos canais de contato com a sua audiência. Aproveite que os vídeos estão em alta: uma pesquisa realizada nos EUA constatou que peças audiovisuais alcançam 135% mais pessoas do que postagens simples em texto. 

Inseri-los no seu site também é uma boa ideia. Além de promover aumento no tempo de permanência, os vídeos ainda podem ser utilizados para educar clientes prospectados sobre os produtos e serviços da empresa, acelerando a conversão no funil de vendas.

Entre em contato conosco para ver como podemos ajudar você a criar um vídeo em motion graphics exclusivo! Se ainda não estiver convencido e quiser saber mais sobre os benefícios de investir em vídeos para o seu negócio, clique aqui! 

Transmita mensagens de forma memorávelPowered by Rock Convert

Sua comunicação não pode entrar em quarentena! 

Nós podemos ajudar você com isso.
CONVERSAR COM UM CONSULTOR
close-link