Storytelling: Como contar grandes histórias em suas apresentações corporativas

5 minutos para ler
admin
Por Marketing

O uso da técnica de storytelling é uma ferramenta cada vez mais decisiva nas grandes apresentações.

Porém, entreter e encantar o público em uma apresentação não é das tarefas mais fáceis.

São diversas barreiras e objeções a serem vencidas, para que as pessoas prestem atenção no que você está falando.

Segundo o especialista em apresentações corporativas, Carmine Gallo, nesta matéria para a Forbes, existe um tempo limite de atenção.

Então, após 10 minutos, é praticamente impossível manter a audiência interessada em qualquer tipo de apresentação.

O problema é que nem sempre será possível falar todo o conteúdo necessário em apenas 10 minutos e é aí que a técnica de storytelling se encaixa.

O termo significa “contando uma história” refere-se a técnica de narrativa, utilizada para contar histórias relevantes, envolventes e encantadoras.

Em apresentações corporativas, quando o assunto a ser tratado é muito técnico e pouco envolvente, contar uma história pode ser seu diferencial.

Afinal, dessa maneira fará com que sua mensagem ficará na memória do público, daquelas que serão esquecidas poucos minutos após o seu fim.

Neste artigo, você irá conhecer a técnica de storytelling e como aplicá-la em suas apresentações.

Assim, poderá tornar suas apresentações mais envolventes e memoráveis, levando o nível de sua comunicação a um patamar ainda mais superior.

Vamos lá?

O que é Storytelling? 

Segundo o dicionário Oxford da Língua Inglesa, storytelling consiste na “atividade de contar ou escrever histórias”.

Porém, indo além da definição pura do dicionário, o conceito pode ser tratado como uma das principais formas de expressão e comunicação humana.

Através dessa técnica, conseguimos atrair a atenção de qualquer pessoa, mesmo para assuntos maçantes e aparentemente difíceis de serem tratados em um apresentação.

A técnica é tão importante que, nos EUA, existe uma Associação Nacional do Storytelling.

Ela ensina pessoas a aplicarem a técnicas, em suas apresentações, sejam elas corporativas, pessoais, ou com qualquer outro tipo de finalidade.

Esta Associação Norte Americana apresenta cinco tópicos, que ajudam a compreender a definição do conceito de Storytelling:

1 – O Storytelling é interativo

A técnica de Storytelling envolve uma interação de duas vias, entre o storyteller e os seus ouvintes.

Desta forma, a reação e o envolvimento dos ouvintes com a história influencia diretamente o modo como ela será contada ao seu público.

A natureza interativa do Storytelling deriva do imediatismo e do impacto que a história incita em quem a ouve.

Por isso, esta é uma técnica que emerge da interação e da cooperação, entre ouvinte e storyteller.

2 – Faz uso direto da linguagem

A técnica de storytelling utiliza diretamente aspectos linguísticos da comunicação.

Seja ela a língua falada, como o Português ou Inglês, ou mesmo a Língua Brasileira de Sinais, por exemplo.

Mas o que diferencia o Storytelling de outras formas de contar histórias é o uso direto da linguagem.

3 – Utiliza aspectos vocais e corporais

Ao contar uma história utilizando a técnica de Storytelling, o storyteller não pode se prender apenas ao uso das palavras.

Outro dos pontos que diferencia o Storytelling, de outras formas de contar histórias, está no uso de aspectos não-verbais da comunicação.

Além da postura corporal e as variações no tom de voz, por exemplo.

Aspectos que são utilizados pelo storyteller para enriquecer a história que está sendo contada e como os ouvintes a percebem. 

4 – Apresenta uma história cativante

O Storytelling sempre irá envolver a apresentação de uma história e uma narrativa.

Existem muitas formas de apresentar uma história, porém, para ter sucesso nesta jornada, o storyteller precisa aplicar o Storytelling em sua narrativa.

Sempre que é preciso causar impacto na audiência, contando uma história, o Storytelling é o caminho a ser seguido.

5 – Incentiva a imaginação dos ouvintes

Através da técnica de Storytelling, o storyteller consegue incentivar o ouvinte a se imaginar dentro da história.

Com o uso de uma narrativa que envolva aspectos linguísticos, vocais e corporais.

Dessa forma, o ouvinte consegue compreender e se envolver com os personagens da história.

Assim, uma conexão instantânea será criada com a sua audiência.

Afinal, você estará mostrando o lado humano da história e conseguirá captar muito a atenção do público alvo.

Para saber sobre storytelling leia nosso guia COMPLETO para contar histórias impactantes.

Aproveite para assinar nossa newsletter e ficar por dentro de todas as novidades Smartalk.

Transmita mensagens de forma memorável