Posicionamento de marca: o que é e como construir o seu

9 minutos para ler
admin
Por Marketing

Toda empresa deve saber como exatamente ela deseja se posicionar. Afinal, o posicionamento de marca é um fator que define como os clientes se lembrarão da empresa e de seus produtos ou serviços.

O posicionamento de marca também tem um grande poder de decisão para os consumidores. De acordo com o Invesp, 59% deles prefere comprar de marcas que já reconhecem.

Além disso, o posicionamento de marca é o melhor caminho para que a empresa se torne uma referência até mesmo para outros negócios, sejam eles concorrentes ou não. 

Neste artigo você entenderá mais sobre o conceito de posicionamento de marca e conhecerá as melhores estratégias para colocá-lo em prática na sua empresa. Confira!

O que é posicionamento de marca

Antes de mais nada, que tal entender o conceito por trás da expressão “posicionamento de marca”? O termo está relacionado àquilo que os consumidores pensam sobre os produtos ou serviços que uma determinada empresa comercializa.

Ou seja, posicionar bem a sua marca nada mais é do que trabalhar a imagem da empresa para que ela possa ficar na mente do consumidor e ser lembrada de maneira constante e positiva.

É claro que, para isso, é necessário colocar em prática algumas estratégias. Tanto o relacionamento com a imprensa quanto com os consumidores são importantes nessa hora. Afinal, a imagem que você passa definirá como esses públicos se lembrarão da sua marca e o que falarão sobre ela para outras pessoas.

A importância de uma marca bem posicionada

Mas, afinal, por que a sua marca precisa de um bom posicionamento? Em termos práticos, é muito mais fácil de entender e exercitar isso ao tentar atrair novos e fidelizar antigos clientes.

Isso acontece porque as empresas que se posicionam bem conseguem comunicar melhor o valor que oferecem a partir de seus produtos e serviços. Ao final do processo, seu negócio ganha vantagens sobre a concorrência por precisar de menos esforços de comunicação e marketing para vender. 

Conforme mostra a própria pesquisa do Invesp, “How branding influences purchase decisions?”, o posicionamento favorece em diversas situações. Para que você tenha uma ideia, 29% dos consumidores tendem a comprar um produto novo se ele é oferecido por uma marca que elas já conhecem.

Além disso, 4 em cada 10 consumidores afirmam que já boicotaram uma marca no ano anterior por comportamento irresponsável. Ou seja, ao passar uma imagem negativa, sua empresa não ficará impune aos olhos dos consumidores.

Isso porque a era em que vivemos é baseada na experiência e nos laços. Dessa forma, é preciso que você construa sua imagem com cuidado e com responsabilidade.

As mídias sociais também são importantes nesse processo. Segundo os dados da pesquisa do Invesp (citada acima), 38% das pessoas recomendam uma marca que curtem ou seguem nas redes sociais. 

Até mesmo para as ações de e-mail marketing isso faz a diferença: 64% dos entrevistados abrem um e-mail apenas porque confiam na marca que realizou o envio.

De acordo com todas essas informações, é fácil entender do que estamos falando. O posicionamento de marca cria confiança, fideliza e dimensiona uma marca. Sendo assim, ficar escondido e posicionar-se mal é boicotar a sua própria marca ou empresa.

4 estratégias de posicionamento de marca

Mais do que entender o conceito de posicionamento de marca, você deve-se saber como fazê-lo em sua empresa. Isso exige estratégias que se diferenciam conforme cada caso afinal, é preciso sempre personalizar as suas ações.

Existem quatro tipos de estratégias de posicionamento de marca para ajudar a construir uma boa reputação perante seus consumidores: posicionamento específico, de categoria, contra concorrente e por benefício. 

A seguir você entenderá um pouco mais sobre eles:

  • posicionamento específico: visa evidenciar as vantagens exclusivas de um produto, como a inovação e o preço;
  • posicionamento de categoria: tipo em que a marca vira líder na categoria em que atua. Bons exemplos são a Gillette e a Kodak. Enquanto a primeira é facilmente associada à lâmina de barbear, a segunda lembra filmes fotográficos;
  • posicionamento contra concorrente: típico caso em que se deseja deixar claro que determinado produto é melhor em comparação ao da concorrência;
  • posicionamento por benefício: envolve a promessa de benefícios exclusivos a partir da aquisição do produto ou serviço.

6 passos para criar uma estratégia de posicionamento de marca para a sua empresa

Agora que já conhece os tipos de estratégias conforme os seus fins, a próxima etapa é agir. Portanto, você deve estar atento aos passos para criar uma estratégia de posicionamento de marca a partir daquilo que almeja para o seu negócio. 

Veja a seguir, os passos para criar uma estratégia de posicionamento de marca:

1. Identifique o seu posicionamento de marca atual

Antes de tudo é preciso saber em qual situação você está. Isso pode ser identificado analisando o seu público-alvo, por exemplo. Saber o que ele deseja é fundamental antes de agir.

Depois dessa etapa, procure determinar exatamente quais são os valores e o propósito da sua marca. Assim, você saberá o que passar ao seu público. Isso é essencial para definir o seu posicionamento e como ele será transmitido.

2. Analise a percepção do público sobre a sua concorrência

Depois de cuidar da sua marca, não se esqueça da concorrência. Saber quem são os seus concorrentes e o que eles estão fazendo é um passo obrigatório para o seu posicionamento de marca.

Há várias formas de fazer isso. Você pode acompanhar as mídias sociais deles, por exemplo, ou investigar entre os fornecedores em comum. Há algumas ferramentas que também possibilitam a análise dos anúncios feitos pelas empresas com as quais você disputa o mercado.

Em alguns casos também é possível fazer isso diretamente junto aos seus clientes. Questione-os sobre marcas e produtos para saber quais são aqueles que eles lembram mais e sobre os quais eles têm as melhores impressões.

3. Faça pesquisas de concorrência

Agora que você sabe quem são os seus concorrentes, deve saber qual o tamanho dessa concorrência. Isso servirá para ter uma noção de alguns pontos:

  • quais produtos ele oferece;
  • quais são os seus pontos fortes e fracos;
  • qual é o posicionamento dele no mercado.

4. Identifique os seus pontos fortes

Agora, então, é hora de investir nos seus pontos fortes. Isso significa trabalhar aquilo que você tem de melhor para oferecer algo único e diferenciado ao seu público-alvo.

Você precisa saber qual é o real diferencial da sua empresa para que as pessoas saibam disso. É partir desse potencial que você terá vantagem quanto à concorrência.

5. Crie o seu próprio posicionamento

Nesse passo você precisa criar uma espécie de declaração para o seu posicionamento. Em suma, ele deverá refletir os valores e a missão que você identificou anteriormente, além dos potenciais da empresa.

Para isso, é importante direcionar essa ação de forma específica conforme o seu público-alvo. Além disso, considere bem qual é a categoria do seu serviço ou produto, além dos benefícios e diferenciais dele.

6. Monitore o seu posicionamento

Depois de tudo isso, não se esqueça do principal, que é monitorar o andamento das suas ações. Isso é decisivo para saber se você está passando o posicionamento da marca da forma certa e para o público certo.

O feedback dos clientes, em especial, é muito importante nessa etapa. E não se esqueça: caso algo não esteja funcionando, mude e adapte-se. Afinal de contas, um bom posicionamento de marca pode ser a diferença entre o sucesso ou o fracasso da sua empresa.

Cases de sucesso de posicionamento de marca

Criar um posicionamento de marca é apenas o início do processo para estabelecê-la junto ao público-alvo. A forma como essa construção é apresentada ao público (tanto interno quanto externo) é um passo fundamental para fazer com que ela seja reconhecida.

A seguir, daremos alguns exemplos da construção de posicionamento de marca realizada por alguns clientes da Smartalk a partir de vídeos e apresentações corporativas. Acompanhe!

Como Rony Meisler conseguiu estabelecer o posicionamento de marca da Reserva

A construção do posicionamento de marca de uma empresa passa, necessariamente, pela forma como os líderes dela a apresentam ao mercado.

Neste desafio, Rony Meisler, o CEO da Reserva, uma das principais marcas de roupas e acessórios de vestuário do Brasil, contou com o Treinamento de Performance da Smartalk para apresentar a marca de sua empresa ao público.

A partir dessa nova forma de apresentar a Reserva ao público-alvo, Rony Meisler conseguiu demarcar o posicionamento de marca diferenciado e exclusivo da Reserva.

Confira o depoimento dele sobre esta transformação no vídeo abaixo:

A transformação do posicionamento de marca da Itambé através de uma apresentação criativa

Uniformizar o atendimento, para que ele seja de excelência em todos os canais, é mais um esforço de posicionamento de marca que as empresas devem considerar.

Afinal, seja na sede física, nas redes sociais, ou mesmo através de postos de atendimento, uniformizar a forma como a empresa chega ao cliente é uma das preocupações mais importantes. Especialmente para as empresas que procuram se posicionar com excelência de atendimento.

Nesse sentido, a Itambé, uma das referências brasileiras no ramo de laticínios, utilizou uma apresentação criativa, desenvolvida pela Smartalk, para levar esta mensagem aos seus representantes de vendas, reforçando a ideia de uma marca posicionada como referência de excelência.

Confira como foi esta apresentação no vídeo abaixo:

Quer saber como a Smartalk pode ajudar no posicionamento de marca da sua empresa?

Converse com um de nossos consultores e saiba como nós podemos ajudá-lo a criar e a consolidar um posicionamento assertivo para sua marca junto ao mercado. 

Transmita mensagens de forma memorávelPowered by Rock Convert

Sua comunicação não pode entrar em quarentena! 

Nós podemos ajudar você com isso.
CONVERSAR COM UM CONSULTOR
close-link