Como a Leitura Corporal pode ser usada para identificar sinais durante a abordagem de vendas

13 minutos para ler
admin
Por Marketing

A leitura corporal se refere ao ato de compreender os sinais não verbais que usamos para nos comunicar. 

De acordo com especialistas, esses sinais não verbais constituem uma grande parte da comunicação diária.

Desde expressões faciais aos movimentos corporais, as coisas que não dizemos podem transmitir mais volumes de informação.

Então, é sugerido que a linguagem corporal pode ser responsável por 60% a 65% de toda a comunicação.

Portanto, compreender e realizar a leitura corporal não é só importante, como também é essencial para pegar outras pistas da comunicação. 

Logo, em muitos casos, você deve olhar para os sinais como um grupo, em vez de se concentrar em uma única ação.

LEIA MAIS 👉 7 erros de linguagem corporal que você jamais deve cometer em suas apresentações

Então, aqui está o que você deve procurar ao tentar realizar a leitura corporal.

1. Leitura corporal das expressões faciais

Pense por um momento sobre o quanto uma pessoa é capaz de transmitir apenas com uma expressão facial

Portanto, um sorriso pode indicar aprovação ou felicidade e uma careta pode sinalizar desaprovação ou infelicidade.

Em alguns casos, nossas expressões faciais podem revelar nossos verdadeiros sentimentos sobre uma determinada situação. 

LEIA MAIS 👉 15 Habilidades de Comunicação Empresarial que são cruciais para o Sucesso das Vendas

Embora você diga que está se sentindo bem, a expressão em seu rosto pode indicar o contrário.

Apenas alguns exemplos de  emoções  que podem ser expressas por meio de expressões faciais incluem:

  • Felicidade;
  • Tristeza;
  • Raiva;
  • Surpresa;
  • Nojo;
  • Medo;
  • Confusão;
  • Excitação;
  • Desejo;
  • Desprezo.

De fato, a expressão no rosto de uma pessoa pode até ajudar a determinar se confiamos ou acreditamos no que a pessoa está dizendo.

Um estudo descobriu que a expressão facial mais confiável envolvia um leve levantar das sobrancelhas e um leve sorriso. 

Essa expressão, sugeriram os pesquisadores, transmite simpatia e confiança.

As expressões faciais também estão entre as formas mais universais para leitura corporal. 

Afinal, as expressões usadas para transmitir medo, raiva, tristeza e felicidade são semelhantes em todo o mundo.

O pesquisador Paul Ekman encontrou suporte para a universalidade de uma variedade de expressões faciais ligadas a emoções específicas, incluindo alegria, raiva, medo, surpresa e tristeza.

A pesquisa até sugere que fazemos julgamentos sobre a inteligência das pessoas com base em seus rostos e expressões.

Pessoas com expressão sorridente e alegre também foram consideradas mais inteligentes do que aquelas com expressão de raiva.

Talvez isso esteja ligado ao fato de que uma aparência agradável atrai mais pessoas e, no mundo dos negócios, pode significar mais vendas!

2. Os olhos na leitura corporal

Os olhos são freqüentemente chamados de “janelas da alma”, pois são capazes de revelar muito sobre o que uma pessoa está sentindo ou pensando.

Conforme você conversa com outra pessoa, observar os movimentos dos olhos é uma parte natural e importante do processo de comunicação.

leitura corporal

Algumas coisas comuns que você pode notar incluem se as pessoas estão fazendo contato visual direto ou evitando o olhar, o quanto estão piscando ou se suas pupilas estão dilatadas.

Ao avaliar a linguagem corporal, preste atenção aos seguintes sinais oculares.

Olhar diretamente

Quando uma pessoa olha diretamente em seus olhos durante uma conversa, isso indica que ela está interessada e prestando atenção. 

No entanto, o contato visual prolongado pode parecer ameaçador.

Por outro lado, quebrar o contato visual e frequentemente desviar o olhar pode indicar que a pessoa está distraída, desconfortável ou tentando esconder seus verdadeiros sentimentos.

Piscando

Piscar é natural, mas você também deve prestar atenção se a pessoa está piscando muito ou pouco.

As pessoas costumam piscar mais rapidamente quando se sentem angustiadas ou desconfortáveis. 

Piscar com pouca frequência pode indicar que uma pessoa está intencionalmente tentando controlar os movimentos dos olhos.

LEIA MAIS 👉 Como melhorar sua comunicação em ambiente corporativo

Por exemplo, um jogador de pôquer pode piscar com menos frequência porque está propositalmente tentando não parecer entusiasmado com a mão que recebeu.

Tamanho da pupila

O tamanho da pupila pode ser um sinal de comunicação não verbal muito sutil. 

Embora os níveis de luz no ambiente controlem a dilatação da pupila, às vezes as emoções também podem causar pequenas mudanças no tamanho da pupila.

leitura corporal

Por exemplo, você pode ter ouvido a frase “olhos de quarto” usada para descrever o olhar que alguém dá quando se sente atraído por outra pessoa. 

Olhos muito dilatados, por exemplo, podem indicar que uma pessoa está interessada ou até excitada.

3. A boca

Expressões e movimentos bucais também podem ser essenciais na leitura da linguagem corporal. 

Por exemplo, morder o lábio inferior pode indicar que o indivíduo está experimentando sentimentos de preocupação, medo ou insegurança.

Cobrir a boca pode ser um esforço para ser educado se a pessoa estiver bocejando ou tossindo, mas também pode ser uma tentativa de esconder uma carranca de desaprovação.

Sorrir é talvez um dos maiores sinais da linguagem corporal, mas os sorrisos também podem ser interpretados de várias maneiras.

Um sorriso pode ser genuíno ou pode ser usado para expressar falsa felicidade, sarcasmo ou até mesmo cinismo. 9

Ao avaliar a linguagem corporal, preste atenção aos seguintes sinais de boca e lábios:

  • Lábios franzidos: Apertar os lábios pode ser um indicador de aversão, desaprovação ou desconfiança;
  • Mordendo o lábio: As pessoas às vezes mordem os lábios quando estão preocupadas, ansiosas ou estressadas;
  • Cobrindo a boca: Quando as pessoas querem esconder uma reação emocional, elas podem cobrir a boca para evitar sorrisos ou sorrisos maliciosos;
  • Aumentou ou diminuiu: Ligeiras mudanças na boca também podem ser indicadores sutis do que a pessoa está sentindo. Quando a boca está ligeiramente levantada, pode significar que a pessoa está se sentindo feliz ou otimista. Por outro lado, uma boca ligeiramente voltada para baixo pode ser um indicador de tristeza, desaprovação ou mesmo uma careta aberta.

4. Gestos na leitura corporal

Gestos podem ser alguns dos sinais mais diretos e óbvios da linguagem corporal. Acenar, apontar e usar os dedos para indicar valores numéricos são gestos muito comuns e fáceis de entender.

Alguns gestos podem ser culturais, entretanto, fazer um sinal de positivo ou de paz em outro país pode ter um significado completamente diferente do que interpretamos aqui.

LEIA MAIS SOBRE APRESENTAÇÕES DE IMPACTO 👉 17 técnicas de oratória para apresentações de impacto

Os exemplos a seguir são apenas alguns gestos comuns e seus possíveis significados:

  • Um punho cerrado  pode indicar raiva em algumas situações ou solidariedade em outras;
  • Um polegar para cima e um polegar para baixo  costumam ser usados ​​como gestos de aprovação e desaprovação;
  • O gesto de “ok” , feito tocando o polegar e o indicador em um círculo enquanto se estende os outros três dedos, pode ser usado para significar “ok” ou “tudo bem”. Em algumas partes da Europa, no entanto, o mesmo sinal é usado para indicar que você não é nada. Em alguns países da América do Sul, o símbolo é na verdade um gesto vulgar;
  • O sinal V , criado levantando o dedo indicador e médio e separando-os para criar uma forma de V, significa paz ou vitória em alguns países. No Reino Unido e na Austrália, o símbolo assume um significado ofensivo quando as costas da mão estão voltadas para fora.

5. Os braços e pernas

Os braços e as pernas também podem ser úteis para transmitir informações não-verbais. Cruzar os braços pode indicar atitude defensiva. 

leitura corporal

Cruzar as pernas para longe de outra pessoa pode indicar antipatia ou desconforto com aquela pessoa.

Outros sinais sutis, como expandir amplamente os braços, podem ser uma tentativa de parecer maior ou mais comandante.

Enquanto manter os braços perto do corpo pode ser um esforço para minimizar a si mesmo ou afastar-se da atenção.

Então, ao avaliar a linguagem corporal, preste atenção a alguns dos seguintes sinais que os braços e as pernas podem transmitir:

  • Braços cruzados  podem indicar que uma pessoa se sente na defensiva, auto protetora ou fechada.
  • Ficar de pé com as mãos nos quadris  pode ser uma indicação de que a pessoa está pronta e no controle, ou também pode ser um sinal de agressividade .
  • Cruzar as mãos atrás das costas  pode indicar que a pessoa está entediada, ansiosa ou mesmo com raiva.
  • Bater rapidamente com os dedos ou  ficar inquieto pode ser um sinal de que uma pessoa está entediada, impaciente ou frustrada.
  • Pernas cruzadas  podem indicar que uma pessoa está se sentindo fechada ou que precisa de privacidade. 

6. Posturas na leitura corporal

A maneira como sustentamos nosso corpo também pode servir como uma parte importante da linguagem corporal.

O termo postura refere-se a como mantemos nossos corpos, bem como a forma física geral de um indivíduo.

Qual a sensação ao ver alguém de postura aberta? Provavelmente, uma sensação de segurança, empatia e profissionalismo.

A postura pode transmitir uma riqueza de informações sobre como uma pessoa está se sentindo, bem como dicas sobre características de personalidade, como se a pessoa é confiante, aberta ou submissa.

Sentar-se ereto, por exemplo, pode indicar que uma pessoa está focada e prestando atenção ao que está acontecendo. 

Por outro lado, sentar com o corpo curvado para a frente pode significar que a pessoa está entediada ou indiferente.

Então, quando você estiver tentando ler a linguagem corporal, tente perceber alguns dos sinais que a postura de uma pessoa pode enviar.

  • A postura aberta  envolve manter o tronco do corpo aberto e exposto. Esse tipo de postura indica simpatia, abertura e boa vontade.
  • A postura fechada  envolve esconder o tronco do corpo, geralmente inclinando-se para a frente e mantendo os braços e as pernas cruzados. Esse tipo de postura pode ser um indicador de hostilidade, hostilidade e ansiedade .

7. Espaço pessoal

Você já ouviu alguém referir-se à necessidade de espaço pessoal? Você já começou a se sentir desconfortável quando alguém fica um pouco perto de você?

O termo proxêmica , cunhado pelo antropólogo Edward T. Hall, refere-se à distância entre as pessoas conforme elas interagem. 

Assim como os movimentos corporais e as expressões faciais podem comunicar uma grande quantidade de informações não-verbais, o espaço físico entre os indivíduos também pode.

Hall descreveu quatro níveis  de distância social que ocorrem em diferentes situações. Veja a seguir:

Distância íntima: 15 a 45 centímetros

Esse nível de distância física geralmente indica um relacionamento mais próximo ou maior conforto entre os indivíduos. 

Geralmente ocorre durante o contato íntimo, como abraços, sussurros ou toques.

Distância pessoal: 45 a 120 centímetros

A distância física neste nível geralmente ocorre entre pessoas que são familiares ou amigos próximos. 

Quanto mais perto as pessoas podem ficar confortavelmente em pé enquanto interagem, pode ser um indicador do nível de intimidade em seu relacionamento.

Distância social: 1,20 a 3,65 metros

Este nível de distância física é freqüentemente usado com pessoas que são conhecidas.

Com alguém que você conhece bastante bem, como um colega de trabalho que você encontra várias vezes por semana, você pode se sentir mais confortável interagindo a uma distância mais próxima.

Nos casos em que você não conhece bem a outra pessoa, como um motorista de entrega postal que você vê apenas uma vez por mês, uma distância de 3 a 3,6 metros pode ser mais confortável.

Distância pública: 3,65 a 7,5 metros

A distância física neste nível é frequentemente usada em situações de falar em público. 

Falar diante de uma audiência cheia de investidores interessados no seu negócio ou fazer uma apresentação no trabalho são bons exemplos dessas situações.

LEIA MAIS 👉 Falar em público é a Habilidade mais desejada dos últimos Tempos

leitura corporal

Também é importante observar que o nível de distância pessoal de que os indivíduos precisam para se sentirem confortáveis ​​pode variar de cultura para cultura.

Um exemplo muito citado é a diferença entre as pessoas das culturas latinas e as da América do Norte. 

Pessoas de países latinos tendem a se sentir mais confortáveis ​​em ficar mais perto umas das outras enquanto interagem, enquanto as da América do Norte precisam de mais distância pessoal.

Uma palavra da Smartalk sobre Performance e Leitura Corporal

Compreender a linguagem corporal pode ajudar muito a se comunicar melhor com os outros e a interpretar o que os outros podem estar tentando transmitir.

Embora possa ser tentador separar os sinais um por um, é importante olhar para esses sinais não verbais em relação à comunicação verbal, de maneira completa.

Você também pode se concentrar em aprender mais sobre como  melhorar sua comunicação não verbal.

Então, dessa forma você se torna melhor em transmitir a mensagem que deseja para que as pessoas sintam que podem confiar em você.

A confiança e a empatia são habilidades cruciais no momento de fechar um negócio ou conversar com investidores.

Por isso, a Smartalk se preocupa tanto com comunicação para criar mensagens memoráveis além de apresentações de impacto, somando a isso, a performance e a persuasão.

Venha tornar sua capacidade de oratória, apresentação e linguagem corporal mais efetiva para suas relações de negócio e alavancar as vendas!

Basta clicar no banner abaixo para conversar com nosso especialista em treinamento e performance:

Transmita mensagens de forma memorável