Dicas do Empresário para criar sua próxima proposta de negócio sem erros

13 minutos para ler
Rodrigo Moreira
Por Rodrigo Moreira

Uma proposta de negócio bem escrita geralmente pode significar a diferença entre ganhar ou perder um cliente em potencial

Atualmente, com espaço cada vez mais competitivo, é mais importante do que nunca ter uma proposta de destaque.

Portanto, como empresário, investidor e mentor, a minha proposta hoje é oferecer algumas dicas da minha própria experiência quando o assunto é abordar um cliente com uma proposta de negócio…

  • Mas qual é a sua proposta de negócios? 
  • Como você os faz? 
  • O que você inclui em uma proposta de negócios? 
  • Qual deve ser a duração de uma proposta de negócios?
  • Como você os faz? 
  • O que você inclui em uma proposta de negócios? 
  • Qual deve ser a duração de uma proposta de negócios?

O que é uma proposta de negócio?

Uma proposta de negócios é um documento usado por uma empresa B2B ou voltada para negócios.

Nesse caso, o vendedor tem como objetivo persuadir um comprador em potencial a comprar seus bens ou serviços. 

Porém, para isso, ele precisa de uma apresentação impactante, com presença de espírito e um documento para que o cliente possa avaliar as questões detalhadas.


Apresentação Comercial: o guia COMPLETO para alcançar mais vendas


>> Dica: nunca faça uma apresentação detalhada e um documento resumido.

O que você deve incluir em uma proposta de negócios?

Primeiramente, uma proposta de negócios geralmente visa responder às seguintes perguntas: 

  • Quem você é e o que sua empresa faz
  • O problema que seu comprador enfrenta
  • A solução que sua empresa oferece para amenizar o problema
  • Como sua empresa implementará esta solução de forma eficaz
  • Uma estimativa de recursos (tempo, dinheiro, etc) necessários para implementar a solução

Porém, para um nível mais elevado (e burocrático) de contato com o cliente potencial, sua proposta de negócio deve incluir as seguintes partes: 

  1. Título
  2. Índice
  3. Sumário executivo
  4. A Declaração do Problema
  5. A Solução Proposta
  6. Qualificações
  7. A linha do tempo
  8. Preços, faturamento e legal
  9. Termos e Condições
  10. A aceitação

Claro, não importa qual modelo você utilizar, propostas de todos os tipos são intimidantes para quem vai recebê-las. 

Afinal, você está pedindo a alguém para escolher você – ou, no caso da proposta de negócio, sua empresa – e espera que eles entendam por que você é a escolha certa. 

Para isso, você precisa ser convincente, sua proposta será apenas uma formalização das regras e atestado dos benefícios que seu cliente poderá obter.

No entanto, a sua proposta comercial também exige que você tenha um certo grau de articulação, para manter coerente a mensagem transmitida por sua apresentação.


A Verdadeira Arte da Oratória e Como usá-la nos negócios


Dica: Articule de forma convincente sua compreensão do problema do cliente potencial, bem como os motivos pelos quais sua empresa é a melhor escolha. 

Mesmo as soluções mais bem elaboradas podem ser rejeitadas devido a uma proposta com menos acuidade e profissionalismo.

Mas não desanime, vamos dar uma olhada em como escrever uma proposta que faça seus clientes em potencial dizerem ‘Sim’.

Organizando sua proposta de negócio

Uma proposta bem escrita começa exatamente como escrever qualquer outra coisa – reunindo informações

Portanto, se você já criou uma solução personalizada para o problema do seu cliente potencial, provavelmente já tem informações sobre ele em mãos.

Revisite-o para se lembrar do problema que eles estão tentando resolver e das tendências em seu setor (isso pode ajudá-lo a oferecer serviços que eles nem sabiam que precisavam e descrevê-lo como um especialista do setor).

Além disso, se você tiver ferramentas de vendas, como uma apresentação em motion graphic, revise-as também para encontrar uma linguagem já elaborada sobre o que torna sua empresa melhor do que a concorrência. 

E, claro, certifique-se de conhecer os detalhes de sua proposta de dentro para fora.

Passo a Passo para uma proposta de negócio e o que incluir em cada seção

Passo 1: Página de título

Provavelmente, você pode se recordar dos trabalhos de escola ou faculdade, a primeira página contém um título que resume todo o conteúdo que está prestes a ser apresentado.

No entanto, você também deve incluir uma pitada de curiosidade e persuasão já nesse título. Entende o que quero dizer?

Não basta colocar “Proposta de Negócio da Empresa X”. Seja criativo e ousado para ter a atenção do seu cliente.

Ainda na mesmo página, é importante lembrar de incluir informações básicas…

Por exemplo: o nome da sua empresa, informações de contato – pode ser seu contato pessoal – o logotipo da sua empresa, seu nome e seu cargo, o nome do cliente e a data da apresentação.

Passo 2: Uma carta de apresentação

Você não iria até o seu cliente em potencial e mergulhar nos detalhes do projeto sem se apresentar, não é?

Uma carta de apresentação é essa introdução. 

Portanto, inclua uma linha curta sobre sua empresa, informações básicas sobre como sua empresa surgiu e a visão geral do que a torna melhor do que as outras.


Não se esqueça: essa apresentação precisa ser curta e amigável apenas o suficiente para incentivar o leitor a manter o interesse na proposta ou entrar em contato.

Encerre com um agradecimento e uma assinatura.

Passo 3: Índice

A menos que sua proposta seja muito breve, inclua um sumário em forma de esboço.

Além disso, se sua proposta é digital é uma boa prática incluir um link âncora que possa facilitar o acesso do cliente a um tópico específico. 

Passo 4: Resumo executivo

Essencialmente, o resumo executivo define o cenário para a negociação – por que você a está enviando e por que o cliente desejaria ler essa proposta? 

Logo, amarre as menções das ofertas da sua empresa aos problemas do seu cliente para torná-la mais relevante e envolvente.


Apresentação de Impacto: Tudo que você precisa saber


Seu próprio resumo executivo mudará dependendo das funções que você está desempenhando para o cliente e do tipo de setor em que ele se encontra.

Então, se seu objetivo é uma startup de viagens jovem dirigida por graduados universitários, você pode usar um tom mais casual temperado com jargão e humor típico da indústria.

Passo 5: Proposta

Nesta seção você deve descrever a solução que está sugerindo ao seu cliente. 

Portanto, descreva o resultado esperado do projeto e o cronograma geral. 

Além disso, atenda às necessidades do cliente e deixe-o saber que você é a única e mais preparada opção para realizar o trabalho.

Passo 6: Serviços / metodologia

A seção de propostas é uma visão geral da solução personalizada que sua empresa criou para o cliente potencial…

Porém, a seção de serviços ou metodologia é indicada para abordar os detalhes desse serviço. 

Dica: Antecipe as perguntas deles e conduza-os ao longo do processo para que saibam o que estão tendo a oportunidade de contratar.

Descreva exatamente os resultados que eles podem esperar e quando poderão alcançar esses resultados. 

Um cronograma que combina as entregas com as datas esperadas torna seu documento mais atraente visualmente e as informações ficam mais escaneáveis.

Passo 7: Sobre nós

Você disse apenas um “olá” com a carta de apresentação, mas a seção “sobre nós” é onde você realmente mostra o que torna sua empresa a melhor escolha no mercado. 


Smartalk: O jeito mais SMART para
Promover sua Comunicação Empresarial


Faça com que pareça que seu cliente potencial está conhecendo sua organização, incluindo breves biografias e fotos das pessoas que cuidarão exclusivamente do sucesso dele. 

Inclua informações sobre seus sucessos anteriores, prêmios e provas sociais na forma de depoimentos de clientes ou estudos de caso curtos.

Passo 8: Preços

Esta é a seção onde as especificações são fundamentais. 

Crie uma tabela de preços que identifique claramente cada produto ou serviço e combine-a com as informações de preços mais precisas que você pode fornecer.

Claro que você não quer superestimar o custo e assustar seu cliente potencial com uma estimativa muito alta…

Porém, você também não quer subestimar o custo e preparar seu cliente para problemas inesperados de preços no futuro.

As tabelas de preços responsivas permitem que os clientes em potencial verifiquem os serviços que eles acham que precisam e calculem o custo total deles.

Dessa forma, você permite ao seu cliente personalizar a contratação de serviços e que nenhum de vocês tenha que se preocupar com erros ao fazer cálculos numéricos.

Além disso, você também pode sugerir os serviços necessários para que seu cliente obtenha o resultado que procura.

Por exemplo, se você é vendedor em uma agência, é importante saber identificar quais serviços de marketing e as etapas que o cliente precisa aderir para obter resultados de publicidade.

Passo 9: Termos e condições de qualquer proposta de negócio

É aqui que você especifica a duração do contrato, reitera o cronograma geral para conclusão, especifica datas e tipos de pagamento, quando e como a proposta pode ser alterada, etc.

Essencialmente, é uma visão geral do que você e o cliente estão prometendo ao concordar com a proposta de negócio. 

Provavelmente, essa sção será padrão entre a maioria das propostas que sua empresa envia.

Portanto, armazene-a em uma biblioteca de conteúdo para simplificar o processo de inserí-la em seus futuros modelos.

Passo 10: Acordo e CTA

É aqui que entra o jargão “assino embaixo”.

Você também pode incluir um aviso amigável, um pouco semelhante ao que você incluiu no final de sua carta de apresentação.

Dica: pense em uma linguagem como “sinta-se à vontade para entrar em contato em caso de dúvidas, estamos preparados e ansiosos por começar”. 

Adicione suas caixas de assinatura – principalmente no caso do arquivo ser digital – e pronto!

Para assinatura digitais use plataformas como a DocuSign, D4Sign ou Adobe Sign.

Dicas rápidas para uma melhor redação da proposta de negócio

Para criar uma proposta que envolva seu cliente em potencial e o ajude a encontrar facilmente as informações que procura, tente estas dicas rápidas:

Seja visual

Ajude o seu leitor a encontrar o melhor da sua empresa de um jeito mais rápido incluindo fotos de membros da equipe na seção “Sobre nós”.

Logo, incluir fotos do seu trabalho, infográficos, citações de blocos, listas com marcadores, etc, vai trazer seu cliente mais perto da idealização do serviço que ele deseja contratar.

Inclua dados quantitativos

Você estaria mais apto a contratar uma empresa com base na frase “Nossos clientes nos amam!” ou “Ajudamos mais de 700 empresas a aumentar suas vendas em 35% até o momento.”? 

Os números chamam a atenção e ajudam a construir confiança.

Abrace a era digital

Ninguém gosta de receber envelopes imensos pelo correio. 

Ao enviar sua proposta eletronicamente, você pode incluir vídeos sobre seu produto ou serviço.

De fato, esse formato é muito mais atraente para o público e eles são um ótimo complemento para sua seção de serviços.


O que é Vídeo Marketing: Conheça tudo sobre essa estratégia


Se seu documento for digital, permita ao seu cliente fazer anotações e editar o documento em seções que ele julgar necessário acrescentar algo sobre a empresa dele.

Leia e releia a sua proposta de negócio

Sua proposta apresenta ao cliente a qualidade do trabalho que ele pode esperar do seu negócio. 

Se estiver cheio de erros ortográficos e gramaticais ou apenas parecer desleixado, você provavelmente não será contratado.

Se necessário, indico que contrate um revisor (com formação em letras) para revisar seu documento.

Lembre-se de sua marca

Novamente, a proposta de negócio reflete a sua empresa. 

Lembre-se do seu público ao escrever o texto, mas também lembre-se da voz da sua marca. 

Se for um pouco peculiar, encontre lugares apropriados para colocar um pouco da personalidade da sua empresa e as pessoas que trabalham nela.

Vai fazer sua proposta de negócio em um evento ou palestra?

Ao contrário da proposta de negócio pessoal, você também pode participar de eventos ou palestras para levar a concepção da sua marca à um numero maior de possíveis clientes.

De fato, estamos falando de outro formato, porém também é uma estratégia escalável de apresentar sua proposta de negócio ao mercado consumidor.

Entretanto, seu poder de persuasão e encantamento deve ser muito mais refinado…

Afinal, você tem uma plateia inteira para manter a atenção em você e além disso, convencer a entrar em contato para uma conversa posterior.

É aqui que entra a Smartalk com a Metodologia CDP: Técnica para ter uma comunicação eficaz.

Somos especialistas em criar uma comunicação estratégica com foco no conteúdo + design + performance (CDP).

Portanto, muito mais que uma apresentação — ou PPT, como alguns preferem — uma comunicação eficaz precisa englobar outros aspectos e não apenas um powerpoint.

Nesse contexto, temos 3 pilares para se construir mensagens poderosas e aqui nós trabalhamos cada um deles.

Logo, vamos focar a construção da proposta de negócio com relação ao conteúdo, o design e a performance para apresentação e convencimento.

Afinal, essa técnica utilizada para potencializar o poder da comunicação das empresas também pode ajudar a melhorar o seu processo de criação de:

  • discursos;
  • palestras
  • reuniões;
  • treinamentos;
  • workshops;
  • eventos;
  • convenções
  • coletivas de imprensa;
  • pitch comercial;
  • pitch de investimento;
  • propostas comerciais;
  • apresentação de projetos;
  • lançamento e apresentação de produtos e serviços;
  • gerenciamento de crises dentro da sua organização;
  • vídeos;

Seja verbal ou não verbal, escrita ou não, dominar esses aspectos é crucial para o desenvolvimento de seu negócio e o seu próprio crescimento profissional e pessoal.

Portanto, fale com nossos especialistas e entenda como nós podemos trabalhar juntos o CDP da sua próxima apresentação!

Então, basta clicar no banner a seguir.

Transmita mensagens de forma memorável