10 Regras de Ouro para deixar seus Slides Mais Profissionais nas Apresentações de Negócios

12 minutos para ler
admin
Por Marketing

O que você prefere ver quando recebe uma apresentação comercial? Além da proposta em si, slides profissionais encantam e convertem muito mais!

Afinal, quando você dá atenção aos seus slides e como transmitir a mensagem com mais impacto, você já tem uma vantagem muito grande sobre seus concorrentes.

Aqui na Smartalk criamos slides profissionais de impacto para apresentações, propostas e eventos.

Quer ver como fazemos apresentações que convertem e já ajudaram grandes empresas como Fiat, FIEMG, Nubank, Petrobras, Hermes Pardini e muitas outras…

slides profissionais

Entretanto, para este artigo, vamos mostrar alguns segredos que usamos na Smartalk para a criação de apresentações de sucesso.


Apresentação de Impacto: Tudo que você precisa saber


Antes de mostrar como fazemos para criar slides profissionais que impactam, vamos ver com Aaron Weyenberg o que ele pensa sobre uma apresentação de efeito.

O segredo não está em como seus slides são elegantes, mas em como você pensa sobre a função dos slides no contexto de sua apresentação. – Aaron Weyenberg

Aaron Weyenberg, líder de experiência do usuário na TED, já criou dezenas de apresentações para a plataforma.

Seja para ele, para outros colegas e até outros profissionais, Aaron afirma que não há segredos para fazer slides profissionais.

Uma vez que já participou em milhares de palestras, tanto como ouvinte quanto convidado, Aaron coletou durante sua experiência alguns padrões visíveis quando o assunto é apresentar slides de qualidade.

Portanto, aproveitamos esse tema para apresentar o conhecimento do expert e como fazemos isso na prática no dia a dia da Smartalk.

Unimos todas as dicas que Aaron dá sobre criação de slides profissionais e vamos apresentar logo abaixo…


As Regras de Ouro para Slides Profissionais com ajuda de Aaron Weyenberg

slides-profissionais

Inicialmente, vamos falar dos conceitos e critérios gerais para a criação de slides profissionais.

Aaron acentua que existem duas etapas para criar apresentações impactantes…

1. Você como apresentador

Não importa o que você faça com seus slides e quão profissionais você consiga deixá-los na apresentação…

WHAT?

Infelizmente, essa é a pura verdade! Obter resultados com sua apresentação depende de um ponto menos central, mas igualmente importante em cima do palco: Você.

Como você é como apresentador? Já recebeu feedbacks sinceros e honestos sobre a forma como você conduz uma reunião ou palestra?

Faça esse exercício antes de iniciar a construção da sua próxima apresentação.

Depois disso, siga essas dicas:

Dica 1: Planejamento primeiro!

Procrastine!

Isso mesmo… Você nunca vai ouvir isso em outro lugar, mas para planejar um bom conteúdo e mensagem para suas apresentações é importante aproveitar momentos de ócio para refletir, deixar as ideias virem…

Quando você se dispõe a criar uma apresentação em determinado tempo e apenas sentar à sua mesa e começar a escrever, a narrativa tende a ser fraca, sem propósito e motivação.

Você estará sendo automático e apenas adequado, entende?

Nada de impressionante…

Em vez disso, escreva sua palestra como se fosse um esboço ou em forma de roteiro e releia. 


Crie Um Roteiro De Apresentação Com Essas 10 Dicas Estratégicas


Se houver momentos que você sabe que exigirão um slide, identifique isso no roteiro ou esboço.

Dica 2: Identifique como e quais Slides merecem destaque para melhorar sua apresentação.

Quando você tiver o conteúdo da sua apresentação oral planejado, comece a pensar nela como a primeira camada da sua palestra. 

Essa primeira camada é o centro de sua apresentação, as palavras que saem de sua boca, seus gestos, postura e oratória. 

Você pode até pensar nisso como uma trilha de áudio da sua apresentação, aquela parte que as pessoas só tem o que ouvir.

Mas, a outra parte porém, será a sua trilha imagética, com representação visual através dos seus slides.

Quando você analisa cada camada você consegue enxergar em que momento da sua apresentação (oral) deve ter um slide representativo.

Isso gera impacto e fortalece a ideia central da sua narrativa.


Falar em público é a Habilidade mais desejada dos últimos Tempos


Dica 3: Entenda seu público para se conectar com eficácia

Quando criamos slides para apresentação temos que pensar em como o cérebro do ouvinte vai responder através de certos estímulos visuais.

Assim como o cérebro não conseguimos evitar pensar em algo quando nos é dito por alguém, também não conseguimos evitar a sinapse de conexões e associações que são feitas para processar seus slides. 

Como um apresentador eficiente, você tem controle total sobre o que seu público ouve e vê. 

Dessa forma, você também é responsável pela carga cognitiva (emocional) que seu público receberá ao ter contato com sua apresentação como um todo.

Portanto, é aqui que entra o elo entre o que é dito e o que é demonstrado no slide na tela.

Dê ao seu público a expectativa de que sempre será surpreendido e quanto trabalho o cérebro deles terá de realizar a qualquer momento.

Isso mantém a atenção.

Dica 4: Tenha pulso firme e lidere sua apresentação

Ao contrário do que muitos apresentadores fazem, você deve conduzir seu público até o próximo slide e não deixar que o slide conduza seu discurso.

Você tem um poder único aqui já que somente você sabe o que virá a seguir, dentro da sua apresentação.

Veja o exemplo de fala abaixo:

… Queríamos descobrir por que esse problema estava acontecendo, então projetamos alguns testes e coletamos alguns dados. Um padrão interessante surgiu [Clique para slide] que acho que você achará interessante …

Quando você permite que o slide conduza a apresentação e não o contrário, você transmite ao seu público que você também está descobrindo o conteúdo dos slides junto com eles.

Não é isso que você quer, não é verdade?

Mas se você seguir o exemplo de fala que citei acima, você vai parecer mais confortável e conhecedor, sem ser robótico e ensaiado demais.

Dica 5: Cuide dos seus movimentos

Movimentar-se demais pode demonstrar nervosismo, vícios de postura e despreparo…

No entanto, movimentar-se de menos, vai deixar sua apresentação oral muito chata a partir de um certo tempo.

O ideal é manter o movimento pouco volátil e pontual, em certos momentos que a apresentação exija uma mudança de cenário ou paradigma.

Dessa forma, você induz os ouvintes a também despertarem para a ação ou mudança de perspectiva.

O que aprendemos sobre slide profissional com essa primeira etapa?

Pensar nos slides dessas quatro maneiras informará como você os cria, onde eles aparecem na sua história e que relação eles terão com a sua apresentação como um todo.

Mas afinal, como fazer slides profissionais, bons e de estética agradável?

A resposta para isso envolve conceito, emoção e um conhecimento prévio em design.

Portanto, agora vamos às dicas técnicas com relação ao visual dos slides profissionais…

2. O design da sua apresentação

A segunda etapa trata-se justamente daquilo que você deve comunicar sem as palavras, apenas com imagens e outros recursos visuais.

No entanto, até a escolha do layout e diagramação deve ser feita com refinamento para não parecer amador ou negligente à expectativa do público.

Dica 1: Complemente sua apresentação

O que está sendo falado não tem necessidade alguma de entrar como texto no seu slide, ao fazer isso você demonstra amadorismo e falta de preparação.

Uma forma de saber como usar o visual no seu slide é se perguntar: “Como este slide pode mostrar o que estou falando neste momento da minha apresentação?” 

Você pode representar isso de muitas formas: imagens, gráficos, vídeo e áudio.


Vídeos animados: como criar e quais ferramentas utilizar?


Exceto texto! O texto é fácil de usar em excesso. 

O texto nos slides aumenta a carga cognitiva, desviando o público de suas palavras faladas pelo tempo que leva para ser lido. 

No entanto, eles podem funcionar muito bem quando concisos, incisivos, pontiagudos e colocados em momentos importantes da apresentação.

Dica 2: Cada slide deve ter um conceito ou um motivo para aparecer

Elabore slides para demonstrar apenas o que for essencial.

Entretanto, se caso um tema precise se entender um pouco mais, procure distribuir o conteúdo do slide em componentes menores.


Como começar uma apresentação ou discurso?
7 técnicas para captar a atenção do público


Assim, você garante que as pessoas irão absorver bem a mensagem que deseja passar e nada passa sem explicação.

Se você já ouviu falar em experiência do usuário, aqui é um exemplo de UX fora do mundo virtual…

Você deve aprimorar a experiência do seu público, não sobrecarregá-lo com informações demais para processar.

Dica 3: Uma imagem fala mais que mil palavras

As fotos podem fornecer um visual direto para descrever sobre o que você está falando. 

Porém, também são um dispositivo perfeito para fazer seu público sentir algo ou se conectar com um conceito. 

Quando você associa uma emoção a um ponto de sua história, esse ponto se torna mais relevante na mente de seus ouvintes.

Tente evitar clichês, no entanto. 

Por exemplo, se precisa falar da queda das vendas, ao invés de mostrar gráficos ou dinheiro voando, procure representar com imagens mais lúdicas como um leite derramado ou um carro descendo uma rua íngreme.

Se você está falando sobre um desafio difícil que teve de superar, resista em usar um empresário de terno pulando um obstáculo com uma pasta ou a silhueta de um alpinista. 

Use sua imaginação. Encontre algo memorável com o qual outras pessoas possam se identificar, ou melhor ainda, se ver naquela situação.

Dica 4: Cuidado com Efeitos e Transições nos slides profissionais

Assim como na sua apresentação oral, o movimento nos slides é muito poderoso em sua capacidade de atrair a atenção do cérebro.

O movimento é eficaz nas interfaces do usuário. Mas para apresentações, eles são desnecessários na melhor das hipóteses. 

A regra mais aconselhada é esta: se uma animação não é fundamental para a ideia que está sendo transmitida no slide, provavelmente é melhor não usá-la. 


13 ferramentas gratuitas para criar apresentações de slides


Em geral, tente limitar seus efeitos ao básico, como “dissolver” e “fades“, o que pode ser muito bom e reduzir o efeito de choque ao mudar repentinamente de slides.

Dica 5: Reduzir gráficos, tabelas e outras coisas maçantes

Em geral, demonstrar dados técnicos pode ser uma massa de informações muito densa para o cérebro interpretar…

Ainda que você tente suavizar ao máximo as informações, ao invés de usar gráficos e tabelas, tente representá-los dentro do contexto de suas histórias.

Se o slide estiver mostrando informações complexas (digamos, a relação entre inflação, taxas de juros e déficits comerciais), direcione os espectadores para o que é relevante no momento usando destaques, anotações ou contraste. 

Se você realmente deseja impressionar, considere a criação de um gráfico personalizado apenas com os dados que deseja mostrar, em vez de uma captura de tela de seu software de relatório. 

Pode até ser mais eficaz deixar de lado as unidades e a precisão e apenas apresentar ao público as lições de uma forma abstrata.

Como a Smartalk cria Slides Profissionais Eficazes e Impressionantes

Agora que você já sabe que os slides profissionais não se restringem apenas ao seu power point e tão pouco ao seu discurso, como criar eficácia nas apresentações?


12 dicas para Preparar uma Apresentação de PowerPoint Profissional


Ao longo desse texto nós passamos pela importância de dar atenção à sua postura de comunicação oral.

Da mesma forma, também vimos como é importante construir slides com visual atrativo, dados relevantes e menos informações maçantes

Por isso, unimos as dicas de Aaron Weyenberg e criamos uma metodologia única e personalizada que oferece preparação completa para suas apresentações.

Essa é a metodologia da Tríade CDP: conteúdo memorável + design impactante + performance de apresentação.

De fato, essa técnica utilizada para potencializar o poder da comunicação das empresas também pode ajudar a melhorar o seu processo de criação de:

  • discursos;
  • palestras
  • reuniões;
  • treinamentos;
  • workshops;
  • eventos;
  • convenções
  • coletivas de imprensa;
  • pitch comercial;
  • pitch de investimento;
  • propostas comerciais;
  • apresentação de projetos;
  • lançamento e apresentação de produtos e serviços;
  • gerenciamento de crises dentro da sua organização;
  • criação de vídeos.

Como usar a Metodologia CDP

Basicamente, a comunicação pode usar um, dois ou — no melhor dos cenários — todos esses elementos.

  • Se preocupar com o conteúdo, possivelmente terá uma performance que deixa a desejar, além de perder a chance de usar recursos visuais que reforcem a sua ideia e leve mais valor às pessoas;
  • Priorizar o design, será conhecido por um discurso vazio, incoerente e sem nenhum poder de convencimento;
  • Focar na sua performance, pode perder a autoridade por uma apresentação pobre e por um conteúdo superficial;

Além disso, nem design + conteúdo, nem conteúdo + performance e muito menos conteúdo + design podem levar a sua comunicação à excelência.

Dessa forma, você garante que o público não vai só entender a mensagem, como também aprender, se interessar e ser atraído pela sua proposta.

Quer aplicar o método exclusivo na sua empresa?

Transmita mensagens de forma memorável