10 dicas para fazer um Storytelling Perfeito

7 minutos para ler
admin
Por Marketing

Confira 10 dicas para fazer um Storytelling Perfeito de maneira impactante e com resultados reais. 

Ao longo deste artigo, iremos mostrar dicas INFALÍVEIS que farão com que o seu Storytelling prenda a atenção do público e faça com que haja uma maior conversão de pessoas em clientes, portanto, resultados reais e impactantes para o seu negócio

Antes de mais nada, você sabe o que é Storytelling? Se ainda não, entenda que Storytelling é nada mais nada menos que uma técnica, usada principalmente no marketing e no meio corporativo, que tem como função envolver as pessoas através de uma (ou mais) história (s) ou narrativa (s). 

Para ficar por dentro de tudo sobre o que é esta técnica, sugerimos que dê uma lida nos nossos textos: 

Agora que você já entendeu tudo sobre o que é Storytelling, é preciso construí-lo. Portanto, vamos às dicas para isso: 

10 Dicas para um Storytelling Perfeito

1 – Junte informações sobre a sua marca

O primeiro ponto para que você tenha um Storytelling de sucesso é obter o maior número possível de informações sobre a sua marca. Este conteúdo que você deve reunir é, por exemplo: como se deu a fundação dela, quais eram as ideologias da marca na época em que surgiu, datas relevantes e etc.

Esta primeira fase do seu planejamento vai servir como base para que o todo do Storytelling seja desenvolvido, portanto quanto mais você se empenhar na busca destas informações, melhor!

2 – Pense em como vai utilizar as informações

Depois que você juntou todas as informações sobre a sua marca, é chegado o momento de pensar em como utilizá-las na técnica de Storytelling. 

As histórias que você irá contar possuem ligação entre si? Você consegue se inserir neste contexto ou é algo que abrange somente os personagens do enredo? Quais são os seus objetivos ao contar esta trama? O que ela possui de tão relevante que vai fazer total diferença para o envolvimento e a captação do seu público?

3 – Seja objetivo

Não é por que você está contando uma história, que precisa desenvolvê-la em seus mais intrínsecos detalhes. No Storytelling é fundamental que a pessoa seja clara e objetiva, de modo que o público fique realmente envolvido e interessado no assunto. 

Se você ficar “falando pelos cotovelos” ou até mesmo repetindo falas, com toda a certeza estará perdendo a atenção daqueles que estiverem o assistindo/lendo/ouvindo, e deixando, portanto, de atingir o objetivo primordial do Storytelling, que é prender o espectador.

4 – Adapte a mensagem ao meio

A quarta dica deste texto de como fazer um Storytelling perfeito é sobre adaptar a mensagem ao meio

Existem vários recursos que podem fazer com que a sua mensagem seja ainda mais interessante. No caso dos recursos audiovisuais, por exemplo, lembre-se de explorar pontos como: olho no olho, linguagem corporal, ritmo de fala, volume de voz e etc. Já na questão dos recursos textuais, não deixe de analisar fatores como: pontuações coerentes, parágrafos e frases curtas, tópicos, ritmo do enredo e outros.

5 – Aproxime seu público

Existem algumas formas de aproximar o público da sua história que trazem ótimos resultados.

A primeira forma é aquela em que você conta as dificuldades enfrentadas pela sua marca. De uma maneira geral, as pessoas costumam se identificar com histórias reais, que lidam com problemas e superam obstáculos.

Outra forma também é aquela em que você se utiliza de uma técnica de persuasão poderosíssima, a chamada emoção. Quando você toca no lado emocional de alguém, a tendência é que ele crie um laço ainda maior com você ou o que está sendo dito/mostrado, e portanto, fique com isso na mente. Isso faz com que o assunto se torne algo memorável

6  – Apresente o conflito 

Todos os tópicos que abordamos até então se enquadram no que podemos chamar de “Introdução” na técnica de Storytelling. Agora, começamos a organizar o “Desenvolvimento” dela. Para isso, é preciso que você apresente o conflito da trama.

Toda história precisa contar com um conflito, que será o estímulo para conduzir o enredo. Portanto: Qual é o problema que a sua marca precisou ultrapassar? Este problema está relacionado a uma dor que o seu público busca sanar? Se sim, melhor ainda!

7 – Utilize as jornadas clássicas

Se você quiser se inspirar na hora de escrever a sua história, lembre-se que há jornadas clássicas que são bastante utilizadas e, inclusive, super recomendadas. São elas:

  • Jornada do herói;
  • Eventos de um certo período;
  • Realização pessoal;
  • Missão do tipo aventura.

8 – Storytelling: Trace um começo, meio e fim

Toda história está intermediada por um começo (que é uma espécie de introdução do que será dito), meio (o desenvolvimento da trama e os conflitos) e fim (quando os problemas são solucionados e chega a um desfecho – positivo ou negativo). 

 9 – Construa narrativas visuais

Sabe quando uma pessoa está contando uma história e você automaticamente se vê nela? Sua mente vai estabelecendo devaneios ao longo de toda a narrativa e você vai cada vez mais se envolvendo com ela. Isso é o que chamamos de narrativas visuais. 

Essas narrativas visuais podem ser exploradas na hora de contar sobre um lugar, por exemplo, um produto, um personagem, uma característica e etc.

Em sua apresentação, treinamento ou o que quer que seja de que esteja se servindo da técnica de Storytelling, é fundamental construir narrativas visuais. Elas farão com que o seu público crie ainda mais conexão com o momento presente.

10 dica para um Storytelling –  Propicie interações 

Por fim, propicie interações ao longo do uso do Storytelling. Esta é aquela dica infalível que fará com que você tenha uma noção mínima se o seu público está caminhando com você na história ou já o abandonou logo de início. 

Quando a platéia/ouvinte começa a interagir com o que você está contando, seja através de gestos, sorrisos, gargalhadas, perguntas ou qualquer coisa parecida, é de se considerar que o Storytelling está dando resultado.

Caso você sinta que as pessoas estão entediadas e até mesmo desmotivadas, as chances delas saírem do local sem terem o mínimo de envolvimento com a sua ação são muitas. E, com isso, menor probabilidade de transformação do público em lead também.

Conclusão para um Storytelling perfeito 

Depois de todas estas dicas para fazer um Storytelling perfeito, ficou mais do que claro que ele deve ser bem trabalhado e contar com um bom planejamento.
Se você quiser alguém para desenvolver esta técnica juntamente com o seu time de marketing e negócio, entre em contato com a gente. Nós, da Smartalk, somos especialistas em Storytelling e temos diferenciais que farão com que você obtenha resultados totalmente impactantes!

fale_conosco